terça-feira, 13 de julho de 2010

DUBAI e a Torre de Babel

Este ao lado esquerdo é o Burj Dubai, o prédio mais alto do mundo. Ele tem 828 metros de altura segundo o Wikipedia. Ao ver um documentário sobre as maravilhas que estão sendo feitas em Dubai, parei para refletir e comparar aquelas terras à Torre de Babel!

O que aconteceu na Torre de Babel? O povo, após o dilúvio de Noé, falava uma só língua, começou a enteder um pouco de engenharia e disseram um ao outro: "Eia, façamos uma torre cujo cume toque nos céus, e façamo-nos um nome, para que não sejamos mais espalhados sobre a face da terra". (Gên. 11:4) O que a cultura nos traz hoje é que o povo queria chegar no céu para desafiar Deus e ver se Ele realmente existia. Conta a história que "Deus veio ver a cidade que o homem estava fazendo" e simplesmente fez com que cada grupo falasse línguas diferentes (como é hoje) e eles não conseguiram continuar a obra.


Seria muita loucura minha dizer que o povo está tentando chegar até onde Deus está com a altura dos prédios, mas esta engenharia com certeza está desafiando tudo o que já conhecido em questão de construções. Novos materiais foram inventados e, não esqueçamos que todas estas ilhas são "feitas pelo homem", ou seja o homem aprendeu a fazer ilhas, aprendeu a fazer ilhas, está fazendo prédios cada vez mais altos, hotéis e construções cada vez mais caras, cada vez juntando mais e mais ricos, que falam cada vez em uma língua só... Talvez um dia "Deus desce pra ver a obra!"

Com certeza, o Burj Dubai é maior do que a Torre de Babel. O presidente Hinckley disse que o mundo já está em situação pior que Sodoma e Gomorra. Outros sinais estão por aí. Fica a reflexão. Quem refletir algo legal, comenta aí!

Novo conjunto de ilhas em formato do mundo

Este ERA o hotel mais alto e mais caro do mundo. Já foi substituído por outro que não achei a foto... Note a quadra de tênis externa!

Essas são as famosas ilhas em forma de palmeiras que podem ser vistas do espaço


por Moroni Lemes

3 comentários:

  1. Olá Moroni adorei sua reflexão... sabe... já refleti algumas vezes nesse crescimento desenfreado de construções magníficas, penso que a lacuna que fica nesse progresso físico, geográfico etc.. reside no fato do propósito e foco dessas grandiosidades, o progresso é belo desde que o coração e as obras do ser humano possa vincular amor a Deus e ao próximo, caso contrário, construir um barquinho de papel para alegrar nosso filho será um feito muito... muito maior que a construção de um arranha céu, cruzar os braços em oração para agradecer uma cabana com uma família feliz será um espetáculo, comparado a levantar um edifício sem fé, sem amor... obrigada pela postagem e pela chance de refletirmos, valeu mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Carlos Augusto Malheiros14 de julho de 2010 10:23

    Caro Moroni, muito bom teu blog. Recebo diariamente. Sou engenheiro civil, membro da Igreja há 38 (quase 39) anos, e não conheço nenhum mandamento ou pronunciamento de líder algum a respeito de não utilizarmos os dons que o Senhor nos concede - e o conhecimento que obtemos nesta vida. Pelo contrário - somos instruídos, pela escritura (D&C) a procurar conhecimento. Claro que qualquer ferramenta pode ser utilizada pelo inimigo contra nós mesmos, e o orgulho é o método preferido dele. Mas, cá entre nós, a construção de edifícios cada vez mais altos nada tem a ver com a torre de Babel. Nem sabemos que tipo de tecnologia teria sido usada lá. Por outro lado, o conhecimento adquirido nessas construções modernas pode ser utilizado de muitas outras maneiras, para facilitar a vida do ser humano.
    um abraço

    Carlos

    ResponderExcluir
  3. A Torre Babel apesar de ter sido a maior construção feita pela mão do homem, não podemos imaginar que aqueles babilônicos eram tão ignorantes. O termo tocar os céus, ou chegar aos céus e desafiar Deus, têm outros significados mais coerentes. Primeiro, os povos antigos não eram ignorantes, talvez fossem mais sábios que os atuais, o que nos separa foi a evolução tecnológica e os muitos eventos espirituais...Seriam esses construtores capazes de construir grandes obras da engenharia, tão obstinados em construir uma escadaria até tocar os céus?
    Basta uma reflexão ponderada que o leitor chega a uma conclusão: Essa obra apesar de grande, era também um Templo, onde os sacerdotes imitavam as ordenanças da Casa do Senhor. Construir uma prédio que saia da atmosfera onde ninguém sobreviveria, de modo algum ofenderia ao Senhor, se fosse O Senhor manifestaria sua vontade sobre isso aos profetas modernos, no entanto, temos explorado a lua,Marte e o espaço com observações por meio de satélites. Também, os grandes arranha-céus da atualidade, não ofende. Então, o que tinha a Torre de Babel? O fato era que um templo estava sendo edificado com ordenanças não autorizadas, por um falso sacerdócio, isto sim, é motivo para provocar a ira do Senhor e confundir as línguas. Hoje em dia, temos muitas torres da Babel moderna, e não são os prédios de Dubai, são as igrejas que enganam, imitam um sacerdócio que não possuem, sacerdotes que se auto designam para ser representantes do Senhor, toda essa apostasia é a Babel atual, cada uma com suas torres, imitando as ordenanças sagradas.

    ResponderExcluir

Quer participar? Comente aqui.